Seguidores

09/02/2018

Quero ser vegetariana mas... o que vou comer?

Olá meninas e meninos!!!


Para quem não sabe, há imenso tempo que pretendia tornar-me vegetariana mas parecia que a altura nunca era mais apropriada (digamos assim). Eu não queria fazer a transição de forma brusca, tanto para eu me habituar mas, principalmente, para quem me rodeia se habituar à ideia. E sim, as pessoas que vos são mais próximas também passam pelo processo de habituação que, por vezes, é mais difícil que para nós que deixamos de consumir proteína animal.
Acho crucial que tenham apoio de alguém, acaba por se tornar mais fácil e acabam por tomar a decisão bem mais cedo que eu.
Aconselho que pesquisem sobre o assunto, vejam documentários, procurem receitas, sigam pessoas vegetarianas ou vegan nas redes sociais, falem com essas pessoas...acima de tudo estejam bem informados antes de tomarem a decisão.

Como disse, há imenso tempo que pretendia deixar de consumir carne e peixe mas precisava de um empurrãozinho. O meu empurrão foi o fato de estar a viver a maior parte do ano fora da casa dos meus pais (acreditem que tem influência) e, também o fato de ter uma colega de casa que é vegan. Conviver com pessoas vegetarianas ou vegan também ajuda pois podem ir partilhando dicas, experiências, receitas, etc.

Podem ter uma ou várias razões para se tornarem vegetarianos, no meu caso tive em conta mais do que um motivo: a minha saúde, os animais e o ambiente (poderei explicar cada um numa outra publicação). 
O dia 3 de novembro marcou o inicio do meu processo, foi o dia em que decidi não comer mais carne (nesta altura eu já não consumia leite nem iogurtes). Comecei então a introduzir na minha alimentação receitas vegetarianas (coisas simples) mas continuava a consumir peixe. Decidi pôr um limite e estabeleci que iria começar o novo ano deixando de comer peixe, ao mesmo tempo que pensei nisso, comecei a pensar em arranjar receitas para a minha mãe fazer (uma pessoa pensa logo mas o que é que eu vou comer?)  e surgiu a ideia de pedir pelo Natal um livro.






O meu namorado atendeu ao meu pedido e para me facilitar a vida ofereceu-me o livro vegetariano mais vendido em Portugal. Foi e tem sido uma grande ajuda e inspiração para a minha mãe fazer a minha comidinha (sim, eu trago comida feita de casa para não perder muito tempo) e claro também para mim. Existem muitos livros mas vejam as receitas e depois optem por aquele que tem mais coisas que vos possa interessar. Apesar da maioria do livro serem receitas tem outras informações muito úteis.
Dica: pesquisem lojas quem vendam livros online, como por exemplo, a Wook pode ser mais barato.

Para quem não pode ou não quer gastar dinheiro num livro de receitas (pessoalmente prefiro em papel, ou seja, o livro do que em formato digital) podem sempre visitar o site Desafio Mês Vegetariano (antigo Desafio Janeiro Vegetariano) onde encontram bastante conteúdo que vos irá ajudar (dicas, imensas receitas, livros) mas também podem expor as vossas dúvidas. Explorem o site. 

Estes 2 instrumentos (livro e o site) têm-me ajudado imenso mas claro que antes eu já andava a ler sobre o assunto. 
Se pretenderem a fazer a transição para uma alimentação vegetariana de uma forma mais "segura" recorram a um nutricionista.

Daqui para a frente, com certeza, irei falar mais sobre este assunto, por isso, queria saber se é algo que vos interessa.
Podem deixar a vossa experiência nos comentários.
Beijinhos

Segue-me/Follow me

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. E que tal partilhares algumas receitas connosco para nos inspirares a tomar a mesma decisão? :) Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma boa ideia, obrigada pela sugestão! Beijinhos :)

      Eliminar
  2. Sim concordo, adoraria ver algumas receitas!!

    Novo post: http://abpmartinsdreamwithme.blogspot.pt/2018/02/ootd-69-polka-dot-and-embroidery.html

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada também pela sugestão Beatriz :)
      Beijinho

      Eliminar